TV Estadão

O público do desfile de 7 de setembro em Brasília

  • 08/09/2019

Brasília - Seria um desfile de 7 de Setembro como os outros, não tivesse o presidente da República, Jair Bolsonaro, conclamado a população a sair de verde e amarelo nas ruas, em uma demonstração de apoio ao seu governo e ao que chama de “patriotismo”. Como resposta, muitos saíram de preto.Também é a primeira vez, desde a redemocratização, que o representante máximo do País - um ex-capitão do Exército - usa o Rolls Royce presidencial para chegar ao desfile.Com todos esses ingredientes de um 7 de Setembro diferente, o 'Estadão' decidiu acompanhar  o desfile das ruas de Brasília. Mais exatamente no Plano Piloto, onde os participantes não precisaram fazer inscrição prévia para comparecer. Ouviu pessoas que vieram de longe, na tentativa de ver de perto o presidente da República, e também participantes que foram ao desfile vestidos de preto, em resposta à convocação de Bolsonaro. Das imagens captadas do alto, no entanto, é possível verificar que nem o preto nem o  verde e amarelo foram as cores que predominaram. O funcionário público aposentado Jefferson Tomás, de 57 anos, foi um dos que atenderam ao chamado do presidente, a quem ele chama de "meu capitão", mas a maior parcela das pessoas que foram às ruas neste sábado não fez questão de se vestir com as cores da bandeira do País. "Acredito que todos deveriam vir de verde e amarelo para demonstrar satisfação com esses oito meses de governo", disse Jefferson, lamentando que a "massa bolsonarista" não tenha feito o mesmo. Confira o vídeo produzido pela equipe do 'Estadão.
  • 0 Avaliações