TV Estadão

PUBLICIDADE

Twitter, Facebook e Google defendem proteção aos usuários

  • 29/10/2020

Os CEOs de Twitter, Facebook e Google concordam em pelo menos uma coisa: a lei de imunidade online, que muitos governantes eleitos querem reformar, não só protege as plataformas, mas também os usuários, incluindo personalidades políticas. Eles participaram de uma audiência ante o Senado americano.
  • 1 Avaliações