TV Estadão

PUBLICIDADE

O ‘possível para pacificar’

  • 12/11/2019

  • Bolívia
A futura presidente interina da Bolívia, Jeanine Añez, disse, nesta segunda-feira, que espera que, até janeiro de 2020, o país já tenha um presidente eleito. No mesmo dia, Evo Morales, ex-presidente que renunciou, no domingo, classificou opositores como ‘racistas e golpistas’.
  • 0 Avaliações