TV Estadão

PUBLICIDADE

Extrema direita cresce e deve se tornar 3ª força política de Portugal

  • 30/01/2022

  • Eleições em Portugal
Anos após a meteórica ascensão de radicais de direita em outras partes da Europa, o partido Chega, do jurista e ex-comentarista de futebol André Ventura, pode levar a extrema direita portuguesa à relevância pela primeira vez desde a Revolução dos Cravos, em 1974.  Nas eleições de hoje, convocadas após a dissolução do Parlamento, o Chega deve passar de 1 para 10 deputados, segundo pesquisas. O resultado faria do partido a terceira força política e uma peça importante para a governabilidade, em caso de uma coalizão de direita.O Chega foi criado em 2019, após uma ruptura no Partido Social-Democrata (PSD), que apesar do nome é de centro-direita. O Chega passou em branco nas primeiras eleições – apenas Ventura foi eleito. Mas o cenário mudou em 2021, quando obteve 4,16% dos votos nas autárquicas – legislativas municipais –, um resultado acima de partidos tradicionais
  • 0 Avaliações