TV Estadão

PUBLICIDADE

Fiocruz diz que casos suspeitos de pacientes da Baixada Fluminense não são 'vaca louca'

  • 12/11/2021

  • Fiocruz
Dois pacientes internados no Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas da Fundação Oswaldo Cruz (INI/Fiocruz) foram diagnosticados com Doença de Creutzfeldt-Jakob (DCJ), que não tem relação com o consumo de carne. Seus sintomas são semelhantes aos do Mal da Vaca Louca  - cujo nome é Variante da Doença de Creutzfeldt-Jakob (vDCJ) e é contraída por quem come produtos de animais contaminados. A notícia inicial, de que a possibilidade da moléstia bovina era investigada, assustou profissionais de saúde e pecuaristas brasileiros nesta quinta-feira, 11.  No fim da tarde, a Fiocruz esclareceu a diferença. Informou que os internados não têm a enfermidade que vem do gado, ataca o sistema nervoso, e, sem cura, leva à morte.
  • 0 Avaliações