TV Estadão

‘Gravíssimo crime’, diz STF sobre suposta espionagem

A ministra Cármen Lúcia afirmou que é "inadmissível a prática de gravíssimo crime contra o Supremo Tribunal Federal”. A presidente da corte se referia à suposta espionagem que, segundo a revista Veja, o presidente Michel Temer teria ordenado à Agência Brasileira de Inteligência fazer sobre a vida do ministro do STF, Edson Fachin.
  • 3 Avaliações

  • 104 Visualizações