TV Estadão

Nem quente, nem frio

  • 03/04/2014

  • Análise
A agência de classificação de riscos Moody?s, uma das estrelas globais do setor, deve manter a nota de crédito do Brasil pelo menos até 2015, segundo declarações do seu diretor Mauro Leos, que vê a economia brasileira repetindo baixo crescimento e inflação alta por dois ou três anos, mas estável, sem surpresas positivas ou negativas no curto prazo
  • 6 Avaliações

  • 21 Visualizações